Menu Fechar
Economia Circular na saúde oral
Economia Circular na saúde oral
Slide
A economia circular aplicada à saúde, enquanto ferramenta de sustentabilidade e programa de apoio social.
Slide
A economia circular aplicada à saúde, enquanto ferramenta de sustentabilidade e programa de apoio social.
previous arrow
next arrow

ECONOMIA CIRCULAR
NA SAÚDE ORAL

A economia circular na saúde assume uma importância enorme, na medida em que consome bastantes matérias-primas, infraestruturas, competências humanas, entre outras, sem que muitas vezes se realize uma gestão eficiente das mesmas - uma gestão zero desperdício.
 
O projeto “Saúde Oral 360” consiste na implementação de uma Clínica de Saúde Oral consubstanciada nos princípios de uma economia circular focando-se na prevenção e tratamento de doenças orais que afetam de forma direta uma determinada parte do corpo, mas as suas consequências podem causar impacto no organismo de uma forma global. Por essa razão, a World Health Organization (WHO) define a saúde oral, como sendo essencial para a saúde geral e para a qualidade de vida da população. Adicionalmente, em Portugal existe dificuldade no acesso aos cuidados de Saúde Oral universal o que tem um elevado impacto em grupos de risco (grávidas, doentes respiratórios, diabéticos e crianças), e afetam o dia-a-dia da população, em particular destaca-se o absentismo, o cancro oral e a alimentação deficitária. Estes impactos constituem barreiras sociais, culturais e económicas ao desenvolvimento individual, num panorama associado à pobreza. Contudo, a medicina dentária é maioritariamente privada, à qual a população mais desfavorecida não consegue aceder.
 
Paradoxalmente, Portugal tem excesso de Médicos Dentistas (comparados aos números recomendados pela OMS) e profissionais de saúde oral e muitos em situação precária que a pandemia Covid-19 veio agravar. Assim, a ZERO DESPERDÍCIO está a desenvolver com profissionais de saúde oral, coordenado pela Sr.a Dr.a Ana Sofia Lopes, um projeto e solução integrada de economia circular na saúde oral (assegurando indicadores de alto impacto social e com um conjunto de preocupações sociais, ambientais e económicas) que visa mitigar os impactos no acesso à saúde oral dos mais carenciados e contribuir para que os profissionais de saúde oral mantenham a prossecução da sua profissão.
 
Destacamos a expetativa de arranque rápido deste projeto que irá responder às necessidades identificadas pelo Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030, ENEA 2020 e Plano de Ação para a Economia Circular, através de:
 
- ações de prevenção e sensibilização junto da comunidade;
- formação especializada a profissionais de saúde oral;
- recuperação de clínicas dentárias desativadas e com equipamentos que podem ser reutilizados, ou outros espaços que estão abandonados e que necessitam de ser reconvertidos e rentabilizados;
- recurso a materiais com o menor impacto no ambiente e muitas vezes doados à clínica por estarem perto do fim de validade de consumo;
- Investigação e desenvolvimento de novos materiais passíveis de utilização na medicina oral, com menor toxicidade e ambientalmente responsáveis, no qual se enquadra a possibilidade de serem reciclados;
- combate à precaridade associada à profissão de médico dentista e ao desperdício de competências neste sector, uma vez que a profissão não se enquadra no Sistema Nacional de Saúde, conduzindo à precaridade no exercício da profissão.

 
Tudo se pode conjugar de uma forma sustentável.
 
Nada se Perde. Tudo se transforma.
 

Dra. Ana Sofia Lopes | Coordenadora do projeto

 

Dra. Ana Sofia Lopes saúde oral

-Médica Dentista pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz, OMD 3212;

-Programa internacional de Pós-Graduação em Prostodontia, New York University College of Dentistry em full time;

-Programa internacional de Pós-Graduação em Implantologia New York University College of Dentistry em full time;

-Especialista em Cirurgia Oral pela Ordem dos Médicos Dentistas;

-Aluna Doutoramento na Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa;

-Directora clínica e prática exclusiva em cirurgia oral na DMSClinics;

-Membro palestrante do Congresso Internacional de Implantologia Oral (ICOI).

-Membro da Academia de Osseointegração (AO)

-coordenadora de projeto de economia circular e sustentável na Saúde Oral, na Zero Desperdício.