Menu Fechar
Recuperação do Excedente Têxtil
Recuperação do Excedente Têxtil
Slide
SABIA QUE A PRODUÇÃO DE VESTUÁRIO
CONTRIBUI EM 20% PARA A POLUIÇÃO DA ÁGUA
E É A MAIOR RESPONSÁVEL PELAS INTRODUÇÃO
DE PLÁSTICO NOS OCEANOS?
Slide
SABIA QUE A PRODUÇÃO DE VESTUÁRIO
CONTRIBUI EM 20% PARA A POLUIÇÃO DA ÁGUA
E É A MAIOR RESPONSÁVEL PELAS INTRODUÇÃO
DE PLÁSTICO NOS OCEANOS?
previous arrow
next arrow

Segundo a Fundação Ellen MacArthur (2017) de toda a roupa utilizada, apenas 13% são valorizadas após a utilização e apenas 1% do material utilizado é reciclado tendo como objetivo a produção de novas peças de roupa. Os restantes artigos são perdidos, o que revela custos excessivos relacionados com o depósito dos mesmos em aterros ou em incineradoras.
 
Em 2020 a ZERO DESPERDÍCIO definiu como objetivo começar a contruir uma rede de doadores do setor têxtil, a fim de começar a contribuir para se reduzir o desperdício neste setor. O Têxtil era já um produto doado por alguns dos doadores que já fazem parte da Rede Zero Desperdício no âmbito alimentar, nomeadamente o retalho e a hotelaria, contudo não possuíamos forma de medir os impactos dessa recuperação. Através do Fundo Ambiental foi possível desenvolver uma nova ferramenta que permitisse não só medir os impactos ambientais, económicos e sociais da recuperação dos excedentes alimentares como também os referentes à recuperação do excedente têxtil. Agora estamos prontos para aumentar a rede doadores do setor têxtil e desafiamos todas as organizações que se relacionam com a moda (vestuário, sapatos, têxtil-lar) a abraçar este projeto, como forma de reduzir os impactos da sua organização no Ambiente, na Economia e na Sociedade.
 
 

RELATÓRIO DE IMPACTOS
RECUPERAÇÃO DO EXCEDENTE TÊXTIL

O relatório de impactos que apresentamos é desenvolvido com recurso a  ferramentas de Business Intelligence, os quais transformam os dados reportados pelas entidades em impactos ambientais, económicos e sociais, ao abrigo de estudos científicos comprovados. Os dados apresentados no relatório abaixo são dinâmicos e interativos (basta um clique em determinada secção do gráfico, para que os dados se ajustem à seleção) encontrando-se atualizados em tempo real.

Consulte também o Relatório de Impactos da Recuperação de Excedentes Alimentares. Para aceder clique AQUI.